Como a intuição pode nos ajudar a fazer melhores escolhas

Monange quer inspirar as mulheres a fazerem acontecer, acredita em escolhas que são verdadeiras com a mente e o coração

Nossa vida profissional deveria ser o foco de algumas de nossas decisões mais importantes. E mesmo assim, muitas de nós acabam em ambientes de trabalho que nos deixam frustradas ou desanimadas. Para completar, na correria do dia a dia muitas vezes passamos batido por oportunidades de mudar de direção quando as coisas não vão lá muito bem.

Monange quer inspirar as mulheres a fazerem acontecer, e acredita em escolhas que são verdadeiras com a mente e o coração. E nossa Inteligência intuitiva é uma ferramenta fundamental para ajudar nas pequenas decisões do dia a dia, inclusive aquelas relacionadas à vida profissional.

É claro que há quem argumente que seguir seu coração ou escutar sua intuição no ambiente de trabalho seja algo pouco convencional - porque, afinal, com tantas cobranças, metas para bater e instabilidade, algo tão abstrato quanto a intuição pode soar bastante arriscado. Mas, acredite ou não, a verdade é que a inteligência intuitiva pode ser uma ferramenta bastante valiosa para qualquer profissional, desde que ela sabia como utilizá-la.

A primeira coisa a se fazer é estar atenta ao que seu corpo, mente e coração dizem. Isso significa, por exemplo, combinar as capacidades intuitiva e analítica para listar todos os prós e contras de transformar seu talento em profissão. Antes de empreender em um negócio próprio, pedir um aumento ou se candidatar a uma promoção, vale obter o máximo possível de informações, além de observar reações e comportamentos das pessoas.

Esse conhecimento alimenta a inteligência intuitiva e nos ajuda a sentir se é o momento certo de dar o próximo passo, e quem sabe investir mais tempo e energia naquele projeto paralelo que faz o nosso coração bater mais forte.

Em busca de respostas

Mas afinal, como é que a gente coloca tudo isso em prática? Há alguns exercícios que nos ajudam a usar a inteligência intuitiva para tomar decisões melhores. Quando você se sentir pronta, com informações o suficiente, feche os olhos e respire e expire algumas vezes para limpar a mente. Quando você estiver calma, pergunte-se em voz alta "Onde me vejo no futuro?" Sua intuição irá responder imediatamente. Escreva a primeira coisa que vier à sua mente, sem julgar se é impossível ou se você é capaz. Note como você se sente com isso.

Observar como você se sente quando se visualiza fazendo algo que você ama - não só em termos práticos, mas também tendo um propósito e sendo reconhecida -, contribui para que você faça escolhas mais alinhadas com o que realmente deseja, e perceba novas oportunidades que antes não estavam tão evidentes.

Crie um espaço para reflexão

Lembre-se que qualquer mudança profissional exige tempo, energia e esforço. A batalha constante para decidir se você deve mudar de rumo é desgastante. Por isso, manter o hábito de reservar um tempinho para refletir sobre a vida e que tipo de trabalho você deseja deveria ser uma prioridade. Pode ser durante uma caminhada, tomando um café, escrevendo ou apenas relaxando por alguns minutos. O mais importante é estar atenta ao que a intuição diz.

E sabe aquela lista de perguntas que a gente costuma se fazer antes de tomar uma decisão final? Não se esqueça de incluir "O que minha intuição diz sobre isso?" no final dela, como uma última verificação. Lembre-se que quanto mais usamos nossa inteligência intuitiva, mais forte ela fica, assim como a qualidade de nossas decisões.

Leia Também

Venha apoiar uma às outras:

Junte-se às mulheres que fazem acontecer

Produtos com o ativo