10 dicas práticas para escutar o coração e ser mais otimista

Que tal deixar o negativismo para trás?

Todo mundo enfrenta obstáculos e dificuldades, mas quando tentamos focar no lado bom das coisas, conseguimos ter mais claridade para resolver nossos problemas. Pensar positivo não é ignorar os obstáculos, é encarar as dificuldades de uma forma mais produtiva, conscientes de que situações negativas são passageiras. Quando escutamos nosso coração, naturalmente nos tornamos mais otimistas, pois confiamos no que nossa inteligência intuitiva nos diz. Por isso, a Monange separou 10 dicas práticas para você exercitar o otimismo e fortalecer sua intuição:

1. Priorize a busca por soluções

Pessoas otimistas não perdem tempo buscando culpados, elas buscam soluções. Crie o hábito de refletir sobre as dificuldades que você enfrentou no passado. O que você aprendeu? Como estas experiências podem evitar que você repita o mesmo erro no futuro? O que você teria feito diferente, se tivesse uma nova chance? Esta prática ajuda a exercitar a inteligência intuitiva, ao mesmo tempo que prepara você a focar na busca por respostas sempre que surgir um obstáculo.

2. Fique atenta ao que você diz

As palavras que usamos - tanto com outras pessoas quanto nos nossos pensamentos - ajudam a moldar nossa percepção do mundo, o que também se reflete na nossa intuição. Tente eliminar do seu vocabulário palavras como "sempre" e "nunca", já que elas raramente refletem a realidade. Aproveite e adote adjetivos mais otimistas. Quando alguém perguntar como você está, em vez de dizer "bem", diga "ótima". Ah, e não poupe o uso de verbos de ação, valorizando suas conquistas. Em vez de dizer "minha saúde está ok", diga "eu caminhei por uma hora hoje e estou me sentindo ótima".

3. Imagine que sua vida é um filme

Crie um filminho imaginário de uns 30 segundos, incluindo detalhes específicos: sua forma física, visual, onde vive, o que está fazendo, o que conquistou… Escute seu coração e fique atenta a como você se sente. Depois, repasse esse filme em sua mente todos os dias - vale até colocar um alarme diário em seu celular para te lembrar. Este treino mental vai impulsionar seu humor e transformar a maneira como você se vê, seu potencial e seu futuro.

4. Nutra seu corpo, mente e coração

Um corpo feliz nos ajuda a gerarmos emoções e pensamentos felizes. Quando nos sentimos bem, o otimismo é uma consequência. Dormir mal, hábitos alimentares ruins e pouca atividade física impactam diretamente na nossa energia. Você já percebeu como nossa crítica interior toma conta quando estamos estressadas e cansadas, eliminando qualquer chance de escutarmos nossa intuição? Priorize sua saúde física, emocional e mental para abrir espaço para pensamentos mais equilibrados e positivos.

5. Pratique a gratidão

A prática diária da gratidão está diretamente ligada à sensação de bem-estar e otimismo, com efeitos de longa duração. Imagine que a gratidão é um músculo: quanto mais você o exercita, mais forte ele fica. Todos os dias, escreva ou diga em voz alta 2 a 3 coisas pelas quais você sente grata, mesmo (e principalmente) nos dias ruins. Não importa se são coisas grandes ou pequenas, contanto que você realmente consiga se sentir agradecida: pode ser seu café de manhãzinha, um dia de sol, o sorriso de seu filho, uma conquista profissional...

6. Reeduque sua crítica interior

Sabe aquela vozinha que só você ouve, e que te diz as piores ofensas, coisas que você nunca diria para outra pessoa? Fique atenta para reconhecer sua crítica interior quando ela surgir e reeduque-a para fazer críticas construtivas e positivas. Ao longo de uma semana, escreva qualquer pensamento negativo que surgir em sua mente - exatamente como ele aparecer. Coisas como "Nossa, pareço uma linguiça nesse vestido" ou "Ai como sou burra"... Depois, busque padrões e perceba com que frequência eles surgem. Pode ser que a autocrítica se manifeste quando as coisas não saem como planejamos. Crie respostas como "Sou uma pessoa boa e posso cometer erros", "eu mereço respeito e gentileza", "eu me amo e posso me perdoar".

7. Reconheça o que você pode ou não controlar

A vida é cheia de situações que podemos ou não controlar. A diferença está em reconhecer isso. Por exemplo: ficar desempregada é algo que não podemos controlar, mas começar a buscar um novo trabalho, assim como se manter saudável no processo, é algo que podemos fazer. Nestas situações, fique atenta ao presente e não alimente a negatividade causada pelo medo e estresse. Use sua inteligência intuitiva para buscar respostas e foque no que está ao seu alcance, um passo de cada vez.

8. Comemore as pequenas vitórias

Outra forma de praticar o otimismo, ao mesmo tempo em que exercitamos o pensamento positivo orientado ao sucesso, é comemorar as pequenas vitórias do dia a dia, independentemente da distância que esteja o seu objetivo final. Por exemplo: emagrecer 500 gramas pode parecer pouco quando a meta é 10 quilos, mas lembre-se que é um passo importante na direção certa.

9. Dê um tempo no noticiário

Se você tem a impressão de que o mundo está cada vez pior, você não está sozinha. O noticiário é tão carregado de negatividade, que parece que nada dá certo. Se você perceber que o consumo de notícias está fazendo mal para você, contaminando sua intuição de maneira negativa, dê um tempo. Somos bombardeadas o tempo inteiro com informações, e muitas vezes não sobra tempo para processar e absorver tudo.

10. Cerque-se de pessoas positivas

Sabe aquelas pessoas que transpiram negatividade e pessimismo, que colocam em dúvida algo que você sente no seu coração que é certo? Avalie se vale a pena mantê-las por perto. Isso não quer dizer que é para você se livrar de amigos e familiares, mas sim ficar mais atenta e se proteger diante de críticas e comentários negativos. Sempre que possível, cerque-se de pessoas positivas, que assim como você estão mais focadas na solução do que nos problemas. E siga seu coração.

Leia Também

Venha apoiar uma às outras:

Junte-se às mulheres que fazem acontecer

Produtos com o ativo