10 dicas para seguir sua intuição e deixar os hábitos ruins em 2018

Quando escutamos atentamente o que nosso corpo, mente e coração dizem, eles nos indicam os melhores caminhos.

Mudar um hábito ruim nem sempre é fácil. Só a gente sabe onde o calo aperta de verdade, todas as coisas que queremos, precisamos ou devemos mudar para termos uma vida mais feliz e saudável. Queremos comer mais frutas e verduras, mas não resistimos a um chocolate. Queremos economizar dinheiro, mas não podemos ver uma liquidação. E é exatamente nesses momentos que a nossa intuição é mais necessária.

Quando escutamos atentamente o que nosso corpo, mente e coração dizem, eles nos indicam os melhores caminhos para fazer acontecer. Confira 10 formas de seguir sua intuição para deixar os hábitos ruins em 2018, e começar 2019 com o pé direito.

1. Pergunte-se "por quê?"

Lá no fundo, a gente sabe quando uma coisa não nos faz bem. E mesmo assim, continuamos fazendo. Para se livrar de um hábito ruim, precisamos fazer um exercício de autoconhecimento e nos perguntar por que fazemos isso (ou não fazemos aquilo), por que isso é ruim e por que precisamos mudar. Quando nos tornamos mais conscientes dos "gatilhos" que disparam um comportamento que queremos mudar, como reagimos e quais as consequências, ficamos mais atentas a eles.

2. Pratique a empatia

Junto com a inteligência intuitiva, também desenvolvemos nossa empatia, o que nos ajuda a entender melhor as pessoas que fazem parte da nossa vida. Quando somos capazes de nos colocar no lugar do outro e entendemos sua dor, nos tornamos mais solidárias e menos dispostas a entrar em conflitos. Muitas vezes, quando discutimos com alguém, prestamos atenção apenas às suas palavras. Quando usamos a intuição, compreendemos o que está além daquilo e podemos lidar melhor com a situação.

3. Detox de relacionamentos

Falando em empatia, nossa intuição pode nos dar ótimos insights sobre a melhor forma de lidar com as pessoas de um modo geral, não só para evitar conflitos. E, mais importante do que isso, perceber quais são os relacionamentos que realmente valem a pena e quais são aqueles que apenas estão nos envenenando aos poucos. Aproveite o fim de ano e faça um detox geral na sua lista de contatos.

4. Dinheiro no bolso

Antes de tomar decisões financeiras, use sua inteligência intuitiva. Tão importante quanto avaliar os números, vale a pena reservar alguns momentos antes de realizar uma grande compra, investir ou emprestar dinheiro, para se perguntar: será que eu realmente preciso disso? Muitas vezes agimos impulsivamente, e acabamos nos arrependendo algum tempo depois. Por isso, é essencial escutar o coração.

5. Pegue leve com você mesma

Quando resolvemos deixar hábitos ruins para trás, temos a tendência de radicalizar, e acabamos sendo rígidas demais. Qualquer tropeço é uma oportunidade para a nossa autocrítica aparecer e mandar qualquer progresso pelo ralo - o que também é um hábito bem ruim. A dica, então, é: pegue mais leve com você mesma. Comece a nutrir corpo, mente e coração para fortalecer sua intuição e ter energia para fazer acontecer.

6. Ajude quem precisa

Você já pensou em usar sua intuição para ajudar amigos e familiares? Quando escutamos com nosso coração, somos capazes de saber o que dizer para incentivar, motivar ou amparar quem amamos. E muitas vezes, tudo o que as pessoas precisam é de uma palavra amiga, saber que não estão sozinhas. A compaixão também é uma forma de exercitar a inteligência intuitiva.

7. Siga em frente

Escute seu coração para saber quando seguir em frente. Muitas vezes nos prendemos a determinadas situações ou relacionamentos, como um emprego ruim ou uma amizade tóxica, porque acreditamos ser o certo. Fique atenta aos sinais sutis de que é hora de partir para outra, pois a nossa intuição sempre mostra caminhos alternativos para nos realizarmos e sermos mais felizes.

8. Reserve tempo para você

Para entrar em 2019 com energia e disposição, vale a pena deixar em 2018 o hábito de querer fazer tudo e não ter tempo para você mesma. Lembre-se que antes de cuidar de qualquer pessoa, você precisa cuidar de si mesma. Reserve um tempo para o autocuidado: medite, pratique seu passatempo favorito, assista aquele filme que você adora, faça algo por você mesma e veja como você terá muito mais disposição.

9. Fique atenta ao seu corpo

10. Estabeleça limites

Sabe quando seu coração diz uma coisa, mas você não sabe como conciliar isso com as expectativas das pessoas que você ama? No final, a gente acaba fazendo o que os outros pedem, em vez daquilo que sabemos ser o certo. A melhor forma de lidar com isso é estabelecer limites com respostas planejadas. "Eu aprecio a sua preocupação, mas eu sei o que é melhor para mim", "Sinto muito se você se sente assim", "Obrigada pelo conselho", "Entendo o que você diz, mas meu coração me diz outra coisa e vou escutá-lo".

Leia Também

Venha apoiar uma às outras:

Junte-se às mulheres que fazem acontecer

Produtos com o ativo