10 atitudes para seguir a intuição e aumentar sua autoestima

Conheça formas de desenvolver o autocuidado de um jeito mais consciente e, de quebra, fortalecer corpo, mente e coração

O que intuição tem a ver com autoestima? Em uma palavra, tudo. Um dos grandes benefícios de amar a nós mesmas é que esta prática amplia nossas habilidades intuitivas. Quandos nos amamos, este sentimento flui por nosso corpo, mente e coração, tornando-nos mais conscientes da nossa inteligência intuitiva. Por outro lado, se nos falta autoconfiança, nossa percepção também fica comprometida, e nossa crítica interior bagunça com tudo. 10 maneiras de escutar sua intuição e seguir seu coração . Na prática, a autoestima é como um músculo. Para nos tornarmos mais felizes e confiantes, precisamos exercitar nossos músculos mentais e emocionais regularmente, e a partir daí começarmos a observar os resultados. Afinal, não dá para correr uma maratona depois de só um dia de treino, não é? Confira abaixo 10 atitudes para seguir a intuição e exercitar o seu músculo da autoestima.

10 atitudes para seguir a intuição e aumentar sua autoestima 10 atitudes para seguir a intuição e aumentar sua autoestima

1. Saiba o que te torna única

Cada pessoa é única, nascida com um conjunto de talentos e habilidades especiais, e que é diferente de outras. Quando descobrimos nossos dons e entendemos como usá-los, nossa autoconfiança, sucesso e felicidade aumentam. A prática da atenção plena e hobbies são formas de aprender um pouco mais sobre nós mesmas, descobrir quem somos, como nos sentimos, do que gostamos e, consequentemente, o que nos torna únicas.

2. Seja gentil com você mesma

Quando alguém que a gente gosta comete um erro e fica triste, fazemos de tudo para animá-la, mostrar que da próxima vez será melhor, não é? Então, porque quando erramos, somos tão cruéis com nós mesmas? Gentileza gera gentileza - e aumenta a autoestima. Então, vamos ser mais gentis com nós mesmas quando errarmos. E quando acertarmos, vamos valorizar e comemorar nossas conquistas e sucessos.

3. Aprenda sobre o que te faz feliz

Sabe quando tentamos agradar todo mundo - família, amigas, chefe, namorado, marido…? É impossível, sem contar que é garantia de autoestima despencando ladeira abaixo. Antes de tomar qualquer decisão, pergunte-se: o que realmente faz você feliz? Reserve um tempinho para escutar sua intuição e, quando souber a resposta, siga seu coração. E lembre-se: felicidade gera confiança.

4. Diga o que você pensa

Vez ou outra, encontramos pessoas que nos fazem sentir pequenas ou sem valor. É nesse momento que temos de mostrar nossa personalidade, de brilharmos e dizermos o que realmente pensamos e sentimos. Pessoas autoconfiantes têm convicções que brotam de seus corpos, mentes e corações. Se você tem algo a dizer, diga com orgulho e convicção, sabendo que sua voz também merece ser ouvida.

5. Pare de tentar adivinhar o que os outros pensam

Se é complicado tentar agradar a todos, imagina tentar adivinhar o que eles pensam? É impossível saber como os outros irão reagir diante de nossas decisões, por isso é tão importante agirmos de acordo com o que é certo para nós mesmas. Quando seguimos nosso coração, fazemos escolhas acertadas, que refletem diretamente em nossa autoestima. Comprometa-se em confiar em você, mesmo que os outros discordem.

6. Fique atenta às suas emoções

Nem sempre é fácil evitar o estresse, então o que nos resta é lidar com ele. Quando você se sentir ansiosa ou dispersa, foque na sua respiração, depois olhe ao redor, foque nos seus sentidos. Acolha suas emoções, sinta-as e dê nome a elas de forma consciente, tanto para as boas quanto para as ruins. Quando entendemos e aceitamos nossas emoções, elas deixam de ter poder sobre nós.

7. Encontre sua inspiração

Mais do que simplesmente descobrir o que nos inspira, essa dica é um convite a olhar o mundo com uma perspectiva diferente, permitindo que ele nos inspire a sermos a melhor versão de nós mesmas. Nossa intuição serve de guia nessa jornada de conhecimento, para descobrirmos nossa própria força e também percebermos que as pessoas têm menos poder sobre nós do que imaginávamos.

8. Reescreva sua história

Nossa vida é o resultado de escolhas que fazemos direta ou indiretamente - neste caso, quando permitimos que escolham por nós. O segredo é assumir nossas decisões, ao mesmo tempo em que aprendemos a ver nossas lutas e desafios como uma oportunidade para crescermos e nos fortalecermos. Nossa intuição nos mostra os melhores caminhos para escrevermos uma história da qual possamos nos orgulhar.

9. Assuma o comando da sua mente

Pensamentos negativos têm força, e devemos ter atenção redobrada com eles. Assim, quando aquela autocrítica aparecer, respire fundo e desafie-a. Na prática, sabe quando surge uma oportunidade e logo vem aquela ideia de que não vamos dar conta? Lembre-se de todas as vezes que você seguiu seu coração, enfrentou o medo e foi incrível. Não alimente os trolls da sua mente.

10. Siga em frente

Sabe aquela máxima que diz "melhor feito do que perfeito?" Muitas vezes desistimos antes mesmo de começar algo, porque nos preocupamos em acertar tudo de primeira. Escute sua intuição - aquela, que você aprendeu a entender e acreditar. Nossa confiança cresce à medida em que enfrentamos desafios, independentemente do resultado, simplesmente porque tivemos coragem de acreditar em nós mesmas para darmos o primeiro passo.

Leia Também

Venha apoiar uma às outras:

Junte-se às mulheres que fazem acontecer

Produtos com o ativo